Menu

"Chegando ela à mesma hora, louvava a Deus e falava de Jesus a todos " (Lc 2,38)

"Chegando ela à mesma hora, louvava a Deus e falava de Jesus a todos " (Lc 2,38) Queridas Irmãs e Caros Membros da Comunidade Apostólica de Santa Elisabete, Celebrando as festas natalinas adoramos o Menino Jesus, louvamos e agradecemos a Ele, porque veio ao mundo e habitou entre nós. Nesta noite santa, os Anjos proclamam a glória do nascimento do Deus e os corações humanos se preenchem de alegria e de emoção. Refletindo os acontecimentos, que se realizaram em Belém, recordamos também a profetisa Ana e o velho Simeão.

O Evangelista São Lucas nos diz sobre os atributos de Ana mostrando-a como uma pessoa de idade avançada, que se destaca com a piedade e simplicidade incomuns, que apesar da idade olha para o mundo com os olhos de esperança, introduzindo-a na vida dos outros. Profetisa Ana "não saía do templo, servindo a Deus em jejuns e orações" (Lc 2, 37). Era exatamente Ana, que até o fim de seus dias, apesar das doenças, limitações, serviu fielmente a Deus e as pessoas, experimentou a graça do encontro com o Menino Jesus, que foi trazido pelos pais para o templo. Ela reconheceu na criança recém-nascida, o esperado Salvador e por causa de o encontro com o Messias, com alegria e gratidão louvava a Deus, proclamando a Sua grandeza diante de todos.

Semelhantemente também o velho Simeão permaneceu fielmente diante de Deus, esperando o consolo para o Israel. Sua inteira atenção e vigilância foram dirigidos a Deus, porque ele acreditava de que Deus cumpriria a sua promessa. Tanto Simeão como a Ana, deram a sua vida e todas as forças a Deus, para servir no templo e ouvir a Palavra de Deus. Eles são para nós o modelo de pessoas de oração, de vigilância e de fiel espera.

São Paulo em sua carta aos Efésios nos lembra que "Deus em Cristo Jesus nos escolheu antes da criação do mundo, para que sejamos Santos e irrepreensíveis diante dele. Por amor predestinou-nos para si mesmo como filhos adotivos por Jesus Cristo, de acordo com as disposições da sua vontade "(Efésios 1,4-5). Nossa vocação é fiel permanência até o fim. Como Simeão e Ana, que "louvava a Deus e falou Dele a todos" (LC 2,38), devemos tentar encontrar e louvar a Deus em cada situação, mesmo na doença, sofrimento, solidão e na velhice. O serviço fiel a Deus até o fim, independentemente das circunstâncias e a idade, traz consigo para a vida a alegria, a realização e a satisfação. Em uma carta aos idosos o Papa João Paulo II escreveu: "Apesar das limitações da minha idade, altamente valorizo em mim a vida e sou capaz de apreciá-la. Agradeço por isso a Deus! È belo servir até o fim a causa do Reino de Deus. " Nós também em total liberdade e confiança, precisamos olhar com calma para a nossa vida e ler as situações novas como a vontade de Deus, vendo nisso uma outra chance para si mesmo. Profetisa Ana e Simeão nos mostram de que a velhice, a solidão e o sofrimento, não são uma espera passiva do fim da vida, mas é a vivência criativa do cotidiano, é a entrega de si a Deus em completa liberdade e amor, na oração e na contemplação. "Devemos vivenciar a fé com um coração sempre jovem, mesmo quando você tem setenta ou oitenta anos. A juventude do coração! Porque com o Cristo o coração nunca é velho! "- disse o Papa Francisco (24.03.2013). É importante que, independentemente do estado de saúde ou do número de anos, permaneceremos junto a Jesus, a fim de obtermos a graça de encontro com Ele.

No contexto de nossa reflexão natalina com gratidão olhamos especialmente para nossas Irmãs mais velhas e doentes, bem como os Membros da Comunidade Apostólica de Santa Elisabete, que, apesar das doenças, da fadiga, de várias dificuldades e limitações, a exemplo da Ana e do velho Simeão, permanecem fieis em oração e louvor a Deus. Desde as primeiras horas da manhã muitas de nossas Irmãs, apressa-se a capela para falar com Jesus sobre seu amor, para haurir Dele as forças e pedir-lhe a graça de perseverar junto a ele até o fim.

Permanecendo em clima festivo de alegria de Natal agradecemos ao Filho de Deus que se fez Homem, a fim de constantemente compartilhar seu amor com aqueles que O procuram e estão abertos para acolê-lo. Vigiando diante do Menino Jesus oferecemos a ele o nosso tempo, encontremo-nos com ele e criemos o relacionamento pessoal com ele. Procuremos a Jesus assim como os sábios, e o aguardemos como a Ana e o Simeão. O Beato João Paulo II disse as pessoas consagradas:”Cada religiosa deve dar testemunho da primazia de Deus em sua vida, consagrando todos os dias um tempo suficientemente prolongado a estar na Sua presença para confessar-lhe o seu amor e, sobre tudo deixar-se amar por Ele”. Estas palavras podem ser referidas a todos os que buscam a Deus. A tarefa de todo cristão é o cultivo de sua fé e o esforço pelo contato permanente com Deus. Graças a fé, Jesus é Alguém muito especial em nossa vida, damos-lhe toda a nossa existência e as nossas decisões estão submissas a Sua Palavra. Vale a pena perguntar-se a si mesmo, como vai a minha oração? Quanto tempo dedico para a conversa com Deus? Experimento a presença de Deus na oração?

Queridas Irmãs, Caros Membros e Membras da Comunidade Apostólica de Santa Elisabete, desejemo-nos reciprocamente, para que este tempo festivo seja para todos nós uma fonte de alegria interior, da experiência da paz, de autêntico renascimento espiritual e o ânimo e o fortalecimento do coração. Que o Natal seja uma nova oportunidade para descobrir a verdade que, nesta criança pequena, vulnerável, vem a nós o Salvador. À exemplo de Simeão "abracemos Jesus”, para sentirmos Sua proximidade e unir-nos com Ele. Deixemos o Menino Jesus ser a nossa consolação na tristeza, força na fraqueza, a paz em experiências difíceis. Confiemos em Suas palavras: "basta-te a minha graça. O poder se aperfeiçoa na fraqueza" (2 Cor. 12.9) e compartilhemos com todos a verdade sobre a salvação.

Desejo, que a alegria do nascimento do Menino Deus, penetre os corações de todas Queridas Irmãs, dos Membros e das Membras da Comunidade Apostólica de Santa Elisabete. Faço votos de um Santo e Feliz Natal a todos e envio muitas saudações cordiais do Governo Geral e de todas as Moradoras da casa geral,

no amor do Menino Jesus
S. M. Samuela Werbinska

Roma, Natal de 2013

KONTAKT

DOM GENERALNY 
Zgromadzenia Sióstr Św. Elżbiety
Casa Generalizia delle Suore di S.Elisabetta
via Nomentana 140,
I - 00162 R O M A
tel. 00390686388989
fax. 00390686320635                
generalat.csse@mclink.it                            
http://www.selzbietanki.com

Adres do wysyłania artykułów i zdjęć na strony:
asumptabalcerzak@gmail.com 

STRONY ELŻBIETAŃSKIE NA ŚWIECIE